Poema – Introvertida

Arte por げみコミティアす59b

Então. Eu to fazendo o cursinho pré-vestibular Tô Passada, criado pelo Transgrupo Marcela Prado e a gente anda tendo umas aulas de literatura; que sempre foram as minhas aulas favoritas no ensino médio. E pra quem não sabe, eu sou uma poeta amadora, então eu tenho muito gosto por brincar com palavras, e essas aulas tem me deixado animada de uma maneira que eu não ficava a muito tempo.

Aí a minha professora, Julia Raiz, autora do blog Totem & Pagu me disse que poetas tem uma obrigação moral de mostrar sua poesia pro público, porque “o poeta sabe que não é ele. São as outras pessoas.”

Isso tem ficado na minha cabeça à dias e agora eu to tipo… Quer saber? foda-se. Vou colocar poesia no FGD sim! Mas eu conheço meu público, e eu não quero alienar vocês com meus devaneios românticos sobre amor e existência. Então vou me limitar às minhas obras mais nerdinhas e transgêneras. E eu vou começar com meu poema mais fofo até agora: Introvertida.

Já aviso que ele é mega contemporâneo/modernista/sem forma nem ritmo nem rima. Esse é o tipo de coisa que eu sei escrever. Desculpa aí pra quem tava esperando algo mais bunitinho.

Introvertida

Quero ficar sozinha
Esquentar uma xícara de chá
E ler histórias em quadrinhos de dragões e super-heróis

Quero ficar sozinha
Respirar o meu próprio ar
E ler poemas do Poe enquanto me reviro nos lençóis

Quero ficar sozinha
Dançando meus dedos
Na revolução com o volume bem baixinho
(pra cabeça não doer)

Doce solitude despreocupada

Minha respiração me mantém ocupada

Minha mente anda calmamente pelo bosque de pequenas ideias
Onde tudo parece mais fácil
E as joaninhas se vestem de Demolidor

A tristeza tirou um cochilo ao lado do arbusto de azevinho
E eu acho que vou descansar sob aquele carvalho,
Jogar um pouco de Monstros Japoneses XY

Doce solitude despreocupada

Melhor que isso, só acompanhada.

Por uma pessoa que saiba

A beleza de se estar

Sozinha.

Quero ficar sozinha.
Mesmo que acompanhada.


Obrigada, professora, por me encorajar. E se vocês gostaram do poema, me falem que trago mais, mais cedo. (。◕‿‿◕。)

E quem quiser ler mais, tem outros 2 poemas de minha autoria lá no A Manhã Virá, sobre Dragon Age.

Acho que é isso. Love you! Bye~

Anúncios

Comente!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s